| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Buried in cloud files? We can help with Spring cleaning!

    Whether you use Dropbox, Drive, G-Suite, OneDrive, Gmail, Slack, Notion, or all of the above, Dokkio will organize your files for you. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free today.

  • Dokkio (from the makers of PBworks) was #2 on Product Hunt! Check out what people are saying by clicking here.

View
 

Apoio de Estudo ao TS 2

Page history last edited by Inpi 13 years, 5 months ago

Voltar à página principal

Funcionamento da Língua: Estudo para o Teste 2

1.Formação de Palavras

1.       Classifica  palavras quanto à Formação.

O que significa esta pergunta?

R: Indicar se a palavra é

1.1. Primitiva – a mais próxima do radical, a palavra a partir da qual se formam outras.

Ex: Manhã é uma palavra primitiva.

     Dela derivam outras palavras, tais como: amanhã, manhãzinha, amanhecer, amanhecido.

1.2. Derivada – uma palavra formada a partir de uma palavra primitiva, acrescentando-se prefixos e/ ou sufixos como nos exemplos acima.

                     1.2.1. Composta – uma palavra formada por duas palavrasunidas numa só.

1.3.1.Se essas duas ou mais palavras mantêm as suas sílabas e o seu acento tónico, a palavra nova diz-se composta por justaposição.

Ex: Flor-de-Lis, Beija-Flor, Quebra-Gelo, Pai-Natal.

1.3.2. Se essas duas ou mais palavras não mantêm as suas sílabas ou o seu acento tónico, a palavra assim formada diz-se composta por aglutinação.

Ex: Pontapé (Ponta do pé), Madrepérola, Aguardente.

1.3. Classifica agora as seguintes palavras: Rebentação, Porco-espinho, flor.

2.       Forma Famílias de 5 palavras:

2.1. A que pertença a palavra AGUERRIDO.

2.2. Para a palavra primitiva FÚRIA.

3.       Identifica a classe e a subclasse das palavras sublinhadas:

Que classes e subclasses de palavras podem sair no teste?

R: Apenas aquelas que nós estudámos ou revimos:

Determinantes, Substantivos, Adjectivos, Verbos, Preposições, Advérbios e Pronomes Pessoais.

Para preparar esta pergunta deve-se rever o que indicam estas classes e as respectivas subclasses:

3.1. Para que servem os Determinantes?

R: Para nos dar certas indicações sobre os nomes ou substantivos.

3.2. Que indicações são essas?

3.2.1.        Género  - ex. “O mapa” ( O o indica que o substantivo mapa é masculino embora termine em a.) – Artigo Definido.

3.2.2.        Posse – ex. “O nosso mapa” – “nosso” indica a quem pertence o mapa - Possessivo.

3.2.3.        Posição no espaço – ex. “Este mapa” – “Este” indica que o mapa se encontra próximo da pessoa que fala sobre ele – Demonstrativo.

3.2.4.        Quantidade Vaga – ex. Alguns mapas” – “Alguns” indica uma quantidade, mas não um número certo de mapas – Indefinido.

3.2.5.        Interrogação – ex. Quantos mapas? Qual mapa? – “Quantos” pergunta pela quantidade, “Qual” pede para se identificar ou escolher um mapa – ambos formam interrogações – Interrogativos.

3.2.6.        Quantidade Certa ou Ordem Numérica – ex: “Três mapas/ o primeiro mapa” – “Três”indica uma quantidade certa de mapas e “primeiro” indica uma ordem numérica, o mapa que está em primeiro lugar, por exemplo – Numerais.

3.3. O que indicam os Substantivos ou Nomes?

R: Indicam seres: pessoas, animais, plantas, objectos, sentimentos, qualidades, ideias…

3.4. Como podemos organizá-los em subclasses?

R: Podemos organizá-los de várias maneiras; podemos distinguir entre os nomes concretos e os abstractos; os primeiros referem-se a seres que podemos captar com os nossos sentidos; os segundos referem-se a sentimentos, qualidades , ideias…

Podemos também distinguir os nomes que se referem a seres únicos: os nomes Próprios – prudência, excitação; os que se referem a nomes não individualizados: os nomes Comuns   casa, barco; os que, no singular, se referem a conjuntos de seres: os nomes Colectivos – cáfila, armada.

3.5. Para que servem os Adjectivos?

R: Servem para qualificar os Substantivos; atribuem qualidades aos nomes – ex: Desafio terrível/ Desafio agradável – exprimem qualidades ou estados. Muitos adjectivos são formados a partir do particípio passado dos verbos, indicando assim, o resultado de uma acção: ficar aterrado, sentir-se agradado.

3.6. Para que servem as Preposições?

R: São palavras abstractas que funcionam como elos de ligação na frase; servem para ligar partes de frase, indicando movimento, direcção, posição no tempo ou no espaço… Ex. Ir para, entrar em, gostar de;

3.6.1.        Quais são as principais Preposições?

A, ante, após, até, de, desde, durante, com, consoante, contra, em , entre, para, perante, por, segundo, sem, sob, trás.

3.6.2.        Elas também podem ser equivalentes a expressões chamadas Locuções Prepositivas, mas isso não vem para este teste.

3.7. Para que servem os Advérbios?

R: Os advérbios, como o nome indica, modificam o sentido dos verbos: Gostar muito de …mas também podem modificar o sentido de adjectivos ou de outros advérbios: Bastante rápido, tão rapidamente…E ainda podem acrescentar informações a uma frase, indicando as circunstâncias que rodeiam a acção: Sempre voltamos aqui tranquilamente.

3.7.1.        Que circunstâncias da acção são indicadas pelos advérbios?

R: O Tempo: Voltamos quando? Sempre.

O Lugar: Voltamos onde? Aqui.

O Modo: Voltamos como? Tranquilamente.

3.7.2.        Quais são os principais Advérbios em cada subclasse?

Tempo – Agora, Sempre, Nunca, Ontem, Hoje, Amanhã, Ainda, Logo, Já, Antes, Depois, Tarde, Cedo.

Lugar – Aqui, Ali, Cá, Lá, Além, Longe, Perto, Dentro, Fora, Acima, Abaixo.

Modo – Bem, Mal, Assim, Depressa, Devagar, Felizmente e a maioria das palavras terminadas em mente.

Intensidade – Muito, Pouco, Bastante, Mais, Menos, Tão, Tanto, Quase, Nada.

Afirmação – Sim, Certamente, Decerto, Exactamente, Verdadeiramente.

Negação – Não, Nem, Nunca, Jamais.

Dúvida – Talvez, Possivelmente, Acaso, Porventura.

Podes imprimir esta Ficha de Estudo aqui

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.