| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Whenever you search in PBworks, Dokkio Sidebar (from the makers of PBworks) will run the same search in your Drive, Dropbox, OneDrive, Gmail, and Slack. Now you can find what you're looking for wherever it lives. Try Dokkio Sidebar for free.

View
 

Apoio de Estudo ao TS 2

Page history last edited by Inpi 14 years ago

Voltar à página principal

Funcionamento da Língua: Estudo para o Teste 2

1.Formação de Palavras

1.       Classifica  palavras quanto à Formação.

O que significa esta pergunta?

R: Indicar se a palavra é

1.1. Primitiva – a mais próxima do radical, a palavra a partir da qual se formam outras.

Ex: Manhã é uma palavra primitiva.

     Dela derivam outras palavras, tais como: amanhã, manhãzinha, amanhecer, amanhecido.

1.2. Derivada – uma palavra formada a partir de uma palavra primitiva, acrescentando-se prefixos e/ ou sufixos como nos exemplos acima.

                     1.2.1. Composta – uma palavra formada por duas palavrasunidas numa só.

1.3.1.Se essas duas ou mais palavras mantêm as suas sílabas e o seu acento tónico, a palavra nova diz-se composta por justaposição.

Ex: Flor-de-Lis, Beija-Flor, Quebra-Gelo, Pai-Natal.

1.3.2. Se essas duas ou mais palavras não mantêm as suas sílabas ou o seu acento tónico, a palavra assim formada diz-se composta por aglutinação.

Ex: Pontapé (Ponta do pé), Madrepérola, Aguardente.

1.3. Classifica agora as seguintes palavras: Rebentação, Porco-espinho, flor.

2.       Forma Famílias de 5 palavras:

2.1. A que pertença a palavra AGUERRIDO.

2.2. Para a palavra primitiva FÚRIA.

3.       Identifica a classe e a subclasse das palavras sublinhadas:

Que classes e subclasses de palavras podem sair no teste?

R: Apenas aquelas que nós estudámos ou revimos:

Determinantes, Substantivos, Adjectivos, Verbos, Preposições, Advérbios e Pronomes Pessoais.

Para preparar esta pergunta deve-se rever o que indicam estas classes e as respectivas subclasses:

3.1. Para que servem os Determinantes?

R: Para nos dar certas indicações sobre os nomes ou substantivos.

3.2. Que indicações são essas?

3.2.1.        Género  - ex. “O mapa” ( O o indica que o substantivo mapa é masculino embora termine em a.) – Artigo Definido.

3.2.2.        Posse – ex. “O nosso mapa” – “nosso” indica a quem pertence o mapa - Possessivo.

3.2.3.        Posição no espaço – ex. “Este mapa” – “Este” indica que o mapa se encontra próximo da pessoa que fala sobre ele – Demonstrativo.

3.2.4.        Quantidade Vaga – ex. Alguns mapas” – “Alguns” indica uma quantidade, mas não um número certo de mapas – Indefinido.

3.2.5.        Interrogação – ex. Quantos mapas? Qual mapa? – “Quantos” pergunta pela quantidade, “Qual” pede para se identificar ou escolher um mapa – ambos formam interrogações – Interrogativos.

3.2.6.        Quantidade Certa ou Ordem Numérica – ex: “Três mapas/ o primeiro mapa” – “Três”indica uma quantidade certa de mapas e “primeiro” indica uma ordem numérica, o mapa que está em primeiro lugar, por exemplo – Numerais.

3.3. O que indicam os Substantivos ou Nomes?

R: Indicam seres: pessoas, animais, plantas, objectos, sentimentos, qualidades, ideias…

3.4. Como podemos organizá-los em subclasses?

R: Podemos organizá-los de várias maneiras; podemos distinguir entre os nomes concretos e os abstractos; os primeiros referem-se a seres que podemos captar com os nossos sentidos; os segundos referem-se a sentimentos, qualidades , ideias…

Podemos também distinguir os nomes que se referem a seres únicos: os nomes Próprios – prudência, excitação; os que se referem a nomes não individualizados: os nomes Comuns   casa, barco; os que, no singular, se referem a conjuntos de seres: os nomes Colectivos – cáfila, armada.

3.5. Para que servem os Adjectivos?

R: Servem para qualificar os Substantivos; atribuem qualidades aos nomes – ex: Desafio terrível/ Desafio agradável – exprimem qualidades ou estados. Muitos adjectivos são formados a partir do particípio passado dos verbos, indicando assim, o resultado de uma acção: ficar aterrado, sentir-se agradado.

3.6. Para que servem as Preposições?

R: São palavras abstractas que funcionam como elos de ligação na frase; servem para ligar partes de frase, indicando movimento, direcção, posição no tempo ou no espaço… Ex. Ir para, entrar em, gostar de;

3.6.1.        Quais são as principais Preposições?

A, ante, após, até, de, desde, durante, com, consoante, contra, em , entre, para, perante, por, segundo, sem, sob, trás.

3.6.2.        Elas também podem ser equivalentes a expressões chamadas Locuções Prepositivas, mas isso não vem para este teste.

3.7. Para que servem os Advérbios?

R: Os advérbios, como o nome indica, modificam o sentido dos verbos: Gostar muito de …mas também podem modificar o sentido de adjectivos ou de outros advérbios: Bastante rápido, tão rapidamente…E ainda podem acrescentar informações a uma frase, indicando as circunstâncias que rodeiam a acção: Sempre voltamos aqui tranquilamente.

3.7.1.        Que circunstâncias da acção são indicadas pelos advérbios?

R: O Tempo: Voltamos quando? Sempre.

O Lugar: Voltamos onde? Aqui.

O Modo: Voltamos como? Tranquilamente.

3.7.2.        Quais são os principais Advérbios em cada subclasse?

Tempo – Agora, Sempre, Nunca, Ontem, Hoje, Amanhã, Ainda, Logo, Já, Antes, Depois, Tarde, Cedo.

Lugar – Aqui, Ali, Cá, Lá, Além, Longe, Perto, Dentro, Fora, Acima, Abaixo.

Modo – Bem, Mal, Assim, Depressa, Devagar, Felizmente e a maioria das palavras terminadas em mente.

Intensidade – Muito, Pouco, Bastante, Mais, Menos, Tão, Tanto, Quase, Nada.

Afirmação – Sim, Certamente, Decerto, Exactamente, Verdadeiramente.

Negação – Não, Nem, Nunca, Jamais.

Dúvida – Talvez, Possivelmente, Acaso, Porventura.

Podes imprimir esta Ficha de Estudo aqui

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.